segunda-feira, 24 de agosto de 2009

O sol.





Queria tanto te dizer,
mas não dá agora.
Deixa p´ra depois,quando for a hora(...)
Um á um "á dois".



Em meu peito reconheço,
um sentimento adolescente.
Cresce sem querer.
Tem vida própria.
Arde sem doer.

E se o sol fosse a maior das estrelas?
E se a lua se fosse com os cometas?
E se a minha vida fosse tua?

E se você explodisse com minha tristeza?
E se meus olhos tivessem o reflexo de sua beleza?
E se você me beijasse?

Queria tanto te dizer,
mas não dá agora.
Deixa p´ra depois,
quando for a hora.
Um á um "á dois".


João.

2 comentários:

Alexsandra disse...

gliTu estais sensacional!!!
Seus versos dizem tudo ai de dentro!Grat...
To dentro!

João disse...

muito obrigado, espero que se indentifique com os próximos , abraço!