terça-feira, 29 de setembro de 2009

Dois poetas e um guerrilheiro.




Em teu amor não existem asas.
Mesmo assim eu posso voar.
Conhecer o azul do céu.
Estrelas que fazem sonhar.

Paixão vivida,
não é paixão perdida.
Palavras, suspiros de poesia.
Expressões contidas.



Faces escondidas,
daquilo que não acreditava.
Em seu olhar vejo o amor.
O amor não precisa de palavras.

Mesmo que estas tenham sido usadas,
só p´ra te dizer...
Que eu amo você.



João

Um comentário:

Bianka disse...

cantarolei: "palavras do coração..."